Carta para Namorada

12 06 2007

Dani,

Pois é linda, pode não parecer, estamos juntos a pouco tempo, e já me sinto completamente tomado por você, seus abraços me afegam de uma maneira que, como se cada preocupação da minha mente transpirasse, e se perde junto ao vento, seus beijos tomam conta não só dos meu lábios, mas cada fio de cabelo ou pêlo do meu corpo, entrando em sintonia como se fosse uma dança de um conjunto de bailarinos harmoniosos, sem contar o que eu sinto dentro do meu coração, a livre e insana âncora que pregou no canto, onde não quero que seu barco desâncore. Isso são apenas metáforas ridículas, que eu venho sentindo desde o momento que começamos de fato nos conhecer.

E confesso, você têm me feito um bem, que jamais poderei retribuir a altura, pois te amar é tão fácil quanto um movimento involuntário do meu corpo.

Todas essas singelas palavras servem apenas para agradecer todos os momentos que você cedeu para mim, mesmo sem que eu mereça, por cada sorriso, por cada abraço, pelo simples carinho, pelas preocupações que você teve por mim, pelos seus beijos, pelos seus ciúmes, que eu não os merecia, pelas lágrimas que te fiz derramar, pelos seus beijos, pelas despedidas de 1h15min…rs…pelo fato de deixar amar você, embora eu não mereça tanto…

Saiba que estou tentando retribuir tudo isso, tentando ser a melhor pessoa, não a melhor pessoa do mundo, mas sim o melhor para você!… E hoje agradeço especialmente por todas as vezes que me flagrei tendo lindos sonhos comigo, onde somente o simples fato de ter você neles já se torna uma ousadia da minha mente.

E porque Eu Te Amo?

Não sei, nem quero saber, se o que eu sinto por você não é amor, prefiro, viver enganado, ou o tempo responderá essa pergunta, e lhe mostrará o quanto é verdadeiro….

E mais uma vez!!! Feliz Dia dos Namorados, Afinal você é linda, inteligente, sorridente, gorda, magrela, esperta, brava, maravilhosa, entre outras qualidades que fazem de você simplesmente, ESPECIAL.

Do seu humilde servo e namorado.

Com Amor,

Felipe Móz





Analfabeto Político

5 04 2007

O pior analfabeto é o analfabeto político.
Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos.
Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha,
do aluguel, do sapato e do remédio depende das decisões políticas.

O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito
dizendo que odeia a política.
Não sabe o imbecil que,da sua ignorância política nasce a prostituta,
o menor abandonado, o assaltante e o pior de todos os bandidos,
que é o político vigarista, pilantra, o corrupto e lacaio das empresas nacionais.

Beltold Brecht